No dia 8 de Fevereiro de 1864, realizou-se nos salões do Teatro D. Pedro V um baile de máscaras (Carnaval), por meio de subscrição, sendo o primeiro que, no género, se efectuou em Macau. (1)

Os bailes carnavalescos tornaram-se muito populares em Macau, nas décadas de 40 e 50. Os chamados “baile de máscaras” eram muito concorridos e havia uma grande rivalidade entre os vários clubes de Macau, na organização da “melhor” festa. Alguns deles organizavam além do baile de máscaras (para adultos), sessões especiais para os filhos dos sócios (festa infantil de Carnaval) e representações teatrais.

No ano de 1955, os três principais clubes organizaram as suas festas em dias separados (curiosamente, o Governador de Macau Joaquim Marques Esparteiro e família estiveram presentes em todas elas).
Assim, o Clube de Macau realizou a sua festa no dia 19 de Fevereiro de 1955.

MBI II 1955 Clube de MacauNo Clube de Macau

A festa se prolongou até altas horas da noite e “com a presença de um grupo folclórico de holandeses residentes em Hongkong que muito contribuiu com as suas interessantes danças e canções, para a alegria que reinou durante a noite”. (2)

O baile carnavalesco do Clube Recreativo 1.º de Junho realizou-se no dia 20 de Fevereiro, com afluência dos seus numerosos sócios e de muitos convidados.

MBI II 1955 Clube RecreativoNo Clube Recreativo 1.º de Junho, vendo-se a presença do Governador e Família.

Na segunda feira de Carnaval, dia 21 de Fevereiro, efectuou-se o baile do Clube Militar onde predominou, sobretudo, a alegraia da gente moça que se divertiu até de madrugada e onde os grupos típicos, especialmente o chinês e o havaiano, atraíram as atenções gerais e mereceram de todos os presentes entusiásticas referências (2)

MBI II 1955 Clube MilitarNo Clube Militar, os participantes de trajes carnavalescos.

(1) GOMES, Luís Gonzaga – Efemérides da História de Macau. Notícias de Macau, 1954, 267 p.
(2) MACAU  Boletim Informativo, 1955.