Notícia no Boletim da  Agência Geral do Ultramar, de Abril de 1952, a recente inauguração da emissora «Vila Verde» (1).

“Após longo período experimental, foi finalmente, inaugurada em Macau a Emissora Vila Verde, que tem o designativo de CR9XL e é propriedade do Chefe da Repartição dos Serviços Económicos, Sr. Dr. Pedro José Lobo.
            Na cerimónia de inauguração falaram o director dos Correios Telégrafos e Telefones , Sr. António de Magalhães Coutinho, que encareceu o valor deste novo melhoramento para a Província, embora de carácter particular, e o proprietário da emissora, que agradeceu às entidades que lhe proporcionaram as facilidades para a sua instalação e funcionamento, bem como a todas as pessoas que se têm interessado pelo seu desenvolvimento.
            O programa de inauguração, que durou mais de três horas, foi quase totalmente preenchido por composições musicais da autoria do Sr. Dr. Pedro José Lobo e executadas pela sua orquestra privativa. A senhorinha Conchita Borges cantou a «Saudação Angélica» e a soprano chinesa Dora Chi o tango «Shining Eyes», a valsa «Pearl River Charms» e o intermezzo «Butterfly», composições estas também da autoria do proprietário da emissora.
            A nova estação, cujo estúdio e casa de transmissão se encontram equipados e montados com o material mais moderno, goza por este motivo, de grande popularidade entre os apreciadores de música do género.
            Funciona na frequência de 1.037 quilociclos e no comprimento de onda de 289 metros”

O apogeu da emissora «Vila Verde»  foi nos anos 50 e 60 (século XX), conseguindo ultrapassar o Rádio Clube de Macau surgido em 1941 (e que daria lugar em 1962 à Emissora de Radiofusão de Macau)  em termos de audiências e música. Após a morte de Pedro José Lobo, em 1965, a emissora «Vila Verde» começou a declinar, tendo suspendido a sua actividade em 1994. Depois de ser adquirida pela Sociedade de Turismo e Diversões de Macau, a Rádio Vila Verde retomou as suas emissões em cantonense em 2002. (2)

(1) Datas diversas nos diversos documentos consultados (desde 1948 a 1952). A Dra. Beatriz Basto da Silva indica 1951 (Cronologia da História de Macau, 5.º Volume). Alberto Alecrim (Macau n.º 5, 1987)  indica 6 de Março de 1952.
Em 1952 surge a Rádio Vila Verde, propriedade de Pedro José Lobo, com estúdios num edifício privado, emitia sob as designações CR9XL e CR9XM, em cantonense e português. Suspendeu a sua actividade em 1994, tendo retomado as suas emissões em 2002.”
http://macao.communications.museum/por/exhibition/secondfloor/moreinfo/2_9_3_RadioMacau.html
(2) http://pt.wikipedia.org/wiki/Comunica%C3%A7%C3%B5es_em_Macau