Muito antes do aparecimento de Bruce Lee (1) e dos filmes de Kung Fu (o chamado filme “Wuxia”) (2), já se via em Macau nas décadas de 50  e 60, filmes de artes marciais. Filmes que a população chinesa gostava e a rapaziada que percebia o cantonense, também. E sem duvida, para todos,  o mais popular era os filmes em que a figura chave tinha como herói,  Wong Fei Hung (3). Os primeiros filmes “a preto e branco” passavam sobretudo no Teatro Cheng Peng (4) e  depois já “coloridos” no mesmo Teatro e no Teatro Oriental (5).

Consta no “Guinness”, ser a mais longa série de filmes (85 no total) acerca deste  herói  (também conhecido como Huang Fei-Hong) iniciando em 1940 – 1.º filme: “The True Story of Huang Fei-Hong” (6) e continuando até ao ano de  1979:  “Magnificient Butcher” (7). Do total, 77 foram protagonizados por Kwan Tak Hing (8), todos em cantonense excepto 5, em Mandarim Este actor, durante a década de 70, fez somente um filme com esta personagem, mas manteve esse papel numa série que foi realizada para a TV.

  Kwan Tak Hing

Não esquecer que o sucesso dos primeiros 25 filmes (1949 – 1956) deveu-se não só ao carisma do actor, Kwan Tak Hing mas também ao actor Shih Kien (9), que se celebrizou posteriormente (não só nos filmes de Hong Kong mas internacionalmente), sempre como “vilão”, aliás em toda a sua carreira, a maioria dos papéis interpretados foram sempre de “vilão/mau”, “cínico”, “tirano”, “traidor”, “ganancioso”, etc. Ambos os actores eram praticantes de artes marciais (embora de escolas diferentes) o que dava uma certa autenticidade às cenas de “luta”. Nesse tempo ainda não havia grandes “efeitos especiais” nem montagens acrobáticas. Os primitivos “truques” eram imprimidos na película.

Shih Kien

Posteriormente outros actores interpretaram Wong Fei Hong. O mais celebre foi o actor Jet Li (10) numa série de seis filmes: “Onde Upon a Time in China” (1991) em que os dois últimos foram já protagonizados por Vicent Zhao (este actor também interpretou o herói numa série televisiva de 1996).

(1) Bruce Lee (1940-1973) 李小龍  mandarim Pinyin Lǐ Xiǎolóng; cantonense Jytping Lei5 Siu2 Lung4
http://en.wikipedia.org/wiki/Bruce_Lee
(2) Wuxia (武俠); wu (), significa “marcial”, “militar” ou “armado”, e xia (), significa “herói”, “honrado” “bravo. Wuxia é o termo genérico que se dá aos filmes de ficção de artes marciais.
http://en.wikipedia.org/wiki/Wuxia
“Typically, the heroes in Chinese wuxia fiction do not serve a lord, wield military power or belong to the aristocratic class. They are often from the lower social classes of ancient Chinese society. Wuxia heroes are usually bound by a code of chivalry that requires them to right wrongs, especially when the helpless or the poor are oppressed. The wuxia hero fights for righteousness and seeks to remove an oppressor, redress wrongs, or to bring retribution for past misdeeds. The Chinese xia traditions can be contrasted with martial codes from other countries, such as the Japanese  samurai´s bushido tradition, the chivalry of medieval European knights and the gunslingers of America´s Westerns.”
ROBERTSON, Patrick – The Guiness Book of Movie Facts & Feats. Guiness Books, 236 p. ISBN 0-85112-899-8
                            Possível foto do “verdadeiro” Wong Fei Hung

(3) Wong Fei Hung  黃飛鴻 (mandarim Pinyin: huáng fei-hông; cantonense Jyutping: wong4 fei1 hung4)) nasceu em 1847 e faleceu em Guangzhou (Guangdong) em 1924 (76 anos). Foi mestre das artes marciais chinesas (estilo «Hung Gar», também conhecida como «Hung Fist»). Era médico/acupunturista (Medicina Tradicional Chinesa). Trabalhou na sua clínica em Po Chi Lam (寶芝林 mandarim Pinyin: bǎozhīlín; cantonense Jyutping: bou2 zi1 lam4) em Foshan (Guangdong). Foi um revolucionário nacionalista contra o invasor japonês em 1895 (instrutor  do exército e das milícias), tendo-se tornado um herói popular gerando histórias patrióticas, sempre defendendo os oprimidos.
http://en.wikipedia.org/wiki/Wong_Fei-hung
(4)Teatro Cheng Peng  em funcionamento de 1875 a 1992. Ver meu anterior post:
https://nenotavaiconta.wordpress.com/2011/12/28/cinemas-de-macau-i/
(5) Teatro Oriental em funcionamento de 1950 a 1973. Ver meu anterior post:
https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/cine-teatro-oriental/          
(6) “Huang Fei-hong Chuan” – “The Story of Huang Fei Hung: part1 (Whiplash Snuffs the Candle Flame)”, (em cantonense) o primeiro filme como Wong Fei Hung  é de 1949. Dirigido por Wu Peng e produzido por “Yong Yao Film Company”. O filme incluía o actor Shih Kien como vilão e Li Laan (a primeira vencedora do concurso de “Miss Hong Kong Pageant”) O sucesso deste filme prolongou-se pelas sequelas posteriores com a mesma equipa num total de 25 filmes até 1956.
http://hkmdb.com/db/movies/view.mhtml?id=1036&display_set=eng
Pode-se ver duas sequências deste filme – episódio da dança do leão e outra de demonstração de várias posições de «Hung Gar» em:
http://www.youtube.com/watch?v=fpv46KQBxso
http://www.youtube.com/watch?v=rw6bE80ajYQ
(7) “Magnificent Butcher” –林世榮Lin Shì Róng” (em cantonense Jyutping: lam4 sai3 wing4) – 1979. Dirigido por Yuen Woo-ping com Kwan Tak-hing e Sammo Hung. Falado em cantonense.
(8) Kwan Tak-hing (1905 – 1996) 關德興 (mandarim Pinyin Guān Déxīng; cantonense Jyutping Gwaan1 Dak1 Hing1). Terá feito um total de 130 filmes.
http://en.wikipedia.org/wiki/Kwan_Tak-hing
Pode-se ver uma homenagem a este actor em:
http://www.youtube.com/watch?v=7VTfpwqLB3Y
(9)Shih Kien  (1913-2009) 石堅 (mandarim Pinyin: Shǐ Jián; cantonense Jyutping: Sek6 Gin1). Praticante do Kung Fu (Shaolin). Um dos últimos grandes papeis foi no filme de Bruce Lee em 1973 “Enter the Dragon“.
Pode-se ver um resumo da sua vida em:
http://www.youtube.com/watch?v=7y2yAtpwnQM
http://www.youtube.com/watch?v=aFHlIYU2wTg
(10) Jet Li 李連杰 (mandarim Pinyin: Lǐ Liánjié; cantonense Jytping: Lei5 Lin4 Git6).