Anúncio com originalidade dirigida às Senhoras “domésticas” (?), publicado no ANUÁRIO DE MACAU de 1950
 
Em 15 de Julho de 1935 , foi  assinado um contrato de 60 anos entre o Governo de Macau e a MELCO. A Sociedade de Abastecimento de Águas tornou-se subsidiária da Companhia da Electricidade de Macau, Limitada, de propriedade britânica, com um capital social de MOP 1 milhão. A renovada Sociedade de Abastecimento de Águas foi inaugurada em 1 de Agosto de 1935. (1) (2) (3)

Recorda-se que o primeiro reservatório público de Macau foi construído em 1924 pelo Governo no vale da Colina da Guia (4) mas devido ao seu tamanho, poucas centenas de metros quadrados de área, o abastecimento de água ao público era limitado. (2)

Em 1936, o abastecimento de água a Macau entrou numa nova era – fornecimento de água tratada e desinfectada.  A Estação de Tratamento da Ilha Verde foi inaugurada a 1 de Julho de 1936 e no mesmo ano a estação de elevatória foi modernizada e ampliada, e foi construído, no Porto Exterior o “Reservatório Principal”, com uma área de 300 000 metros quadrados. (2)

(1) Anteriormente já existia uma Companhia das Águas de Macau, Lda., fundada em 1932, com capitais privados dos Srs. Wong Lei e Wong Kam e durou três anos. A metodologia de abastecimento era muito simples e rudimentar. (2)
4 de Junho de 1932 – Escritura entre o Leal Senado e a Companhia das Águas de Macau sobre, entre outros assuntos, a exploração comercial que esta venha a ter com o Concelho das Ilhas” (3)
(2) Historial do abastecimento de água a Macau:  http://www.macaowater.com/index.php?option=com_content&view=article&id=115&Itemid=230&lang=pt
(3) SILVA, Beatriz Basto da – Cronologia da História de Macau, Século XX, Volume 4. Direcção dos Serviços de Educação e Juventude, Macau, 1997, 454 p, ISBN – 972-8091-11-7
(4) Localizado onde está actualmente o Paiol de Cacilhas (parte de cima), por cima da antiga e velha Fonte de Solidão.