MACAU, 27 de Julho de 1862
Neste dia  perderam-se 40 000 vidas em Cantão , Hong Kong e Macau devido a um horrível tufão (1)

A passagem por Macau de um tufão nos séculos passados (possivelmente até às primeiras décadas do século XX)  causavam sempre destruição e com mortos e feridos quando os tufões eram mais acentuados. Recordo aqui a primeira descrição conhecida de um Tufão neste território, no dia 5 de Setembro de 1738.

“Na noite deste dia, às onze horas para meia noite ouve hum Grande Temporal, o qual acabou  pelas 10 horas do dia 6 – Este tufão fes hua Grande destruição em Macau, não só em todas as Cazas mas ainda em os Navios, pois o Navio Bleck-boy foi-se  quebrar na ponta da rede estando ainda a meia carga de Sandalo de Timor – O Navio Corsário se foi quebrar além de Outlém, e os mais todos apparecerão encalhados de manhãa pelas praias Grande e pequena, padecerão muito e se podia diser que tudo era mar, pois chegarão as agoas até S.m Domingos – Os Pancares Lorchas quebradas, e Chinas mortos forão sem numero – Muitos mezes estiverão sem se comerem peixe pelo nojo por que nos seus buxos se achavão dedos e pedaços de carne humana. Nenhum China e Christao se lembrarão se ter visto em algum outro tempo hum semilhante Tufão” (2)

(1) SILVA, Beatriz Basto da Silva – Cronologia da História de Macau, Século XIX, Volume 3. Direcção dos Serviços de Educação e Juventude, Macau, 1995, 467 p, . ISBN-972-8091-10-9.
(2) BRAGA, Jack M. – A Voz do Passado. Instituto Cultural de Macau, 1987, 78 p.