Anúncio na página 24 do suplemento do Diário de Notícias “MACAU”, sem data (possivelmente 1980)
“Agora tem à sua disposição uma viagem curta e confortável para Macau nos primeiros “Jetfoils” comerciais do Mundo. Uma peça preciosa da Europa mesmo no coração da Ásia. Macau oferece os prazeres da comida e dos vinhos portugueses, comércio e uma paisagem fascinantes e, é claro, a excitação dos Casinos do Jogo. São apenas 55 minutos na mais suave viagem marítima que é possível desejar por Hong Kong, na nossa frota de “Jetfoils”: Madeira, Santa Maria, Flores, Corvo e Pico Assegure-se de que o seu agente de viagens lhe reservou lugar no “Jetfoil” para Macau”

Na página 44, do mesmo suplemento, referia:
O acesso a Macau (via aeroporto de Hong-Kong) faz-se obrigatoriamente por via marítima, nos tradicionais “ferry boats” (cerca de duas horas e meia de viagem), em hidroplanadores (75 minutos) ou nos modernos “jetfoils” (55 minutos). Desde a sua inauguração, em Abril de 1975, quase cinco milhões de pessoas viajaram nos jactoplanadores “jetfoils” entre Macau e Hong-Kong, tendo a frota completado o total de 200 milhões de milhas marítimas, desde a primeira viagem até Dezembro de 1979, sem um único acidente. Das companhias que ligam os dois territórios, uma possui apenas hidroplanadores.”