ESTUDO DA ACTUALIZAÇÃO E AMPLIAÇÃO DO HOSPITAL CENTRAL CONDE DE SÃO JANUÁRIO DE MACAU
Trata-se de um Relatório com 20 páginas, dactilografado, encadernado e acompanhado de 8 anexos onde estão 20 fotografias. O relatório de 1951, está “encadernado” em papel de 32, 3 cm x 27 cm.
O relatório consta de 2 partes
I PARTE  de 12 páginas

“HOSPITAL CENTRAL CONDE S. JANUÁRIO

ESTADO ACTUAL”

e a II PARTE das páginas 13 a 20

“HOSPITAL CENTRAL CONDE S. JANUÁRIO

 PROJECTO DO PLANO GERAL”

Este relatório conclui, na página 20, com:

Macau,       de Agosto de 1951

Chefe de Repartição Técnica das Obras Públicas

____________________________________

José dos Santos Baptista

_____________________________________

Abel de Carvalho

Médico-radiologista do Quadro Complementar de

 Cirurgiões e Especialistas da Província de Macau.

O relatório não se encontra assinado nem datado pelo que pressuponho ser uma cópia ou então, o relatório nunca foi entregue oficialmente.
O Dr. Abel Simões de Carvalho Júnior, médico radiologista, foi em 1949 colocado em Macau e trabalhou nesse território até a sua aposentação em 1956. (TEIXEIRA, M. (1)). Refira-se que na inauguração do primeiro bloco do novo edifício, a 10 de Junho de 1953, pelo Governador Alm. Marques Esparteiro, o Eng. José dos Santos Baptista, salientou  a importante colaboração do médico-radiologista Abel de Carvalho na elaboração do projecto desse hospital (TEIXEIRA, M. (2))
Entre as fotografias (em posteriores posts poderei retomar este assunto), retirei duas do ANEXO 3, que demonstra o estado lastimável e degradante em que se encontrava o hospital:

Enfermaria-prisão

São dois compartimentos com cerca de 28 m2. Não tem lotação fixa tendo por vezes comportado 10 doentes, Armazém exíguo para tanta desgraça, não tem instalações sanitárias de qualquer espécie (vide anexo 3)”

O  ANEXO 8 apresenta a melhor fotografia, onde se vê à direita o Hospital (inicialmente Hospital Militar de Sam Januário inaugurado em 1874 e depois, com as alterações no seu interior e também na sua denominação:Hospital Geral Visconde de S. Januário,  Hospital Geral do Governo; finalmente, Hospital Conde S. Januário quando foi demolido em 1952) estando alguns “enfermeiros” à entrada do 1.º pavimento que dava para a sala de espera e à frente do Hospital, um carro com a matrícula  “M 4-53” (interessante saber a quem pertenceria o carro, já que nesse ano, não deveria ter muitos carros no território).

A “acompanhar” o relatório e independente dela, encontra-se um envelope da Foto Lens – Avenida Almeida Ribeiro N.º 1Q Macau Tel. 2872″, contendo no seu interior 6 negativos (fotos) com os n.º 3, 4,5,9,12 e um não numerado. São negativos de fotos da planta do edifício.

Como era o Hospital Militar de S. Januário? O Hospital cujo projecto é da autoria do capitão de engenharia Henrique Dias de Carvalho e do Barão de Cercal, foi inspirado, segundo os seus autores, no Hospital de S. Raphael, na Bélgica. Inaugurada a 6 de Janeiro de 1874 (3)  – foto retirada da obra do Padre Teixeira (4) ( p. 377): A foto a seguir, do fotógrafo Lei Iok Tin (5) (referenciada como de 1960),  vê-se já o primeiro bloco do novo edifício já construído (o hospital foi demolido em 1952 e o primeiro bloco do novo edifício foi  inaugurado a 10 de Junho de 1953)  (6), enquanto ainda se mantinham,  partes do velho hospital militar.

Esta outra foto, retirado do livro (3), p. 39, observa-se, o mesmo da foto anterior mas de um ângulo mais próximo.
(1) TEIXEIRA, P. Manuel – A Medicina em Macau Vol. IV Os Médicos em Macau no Séc. XX, Macau – Imprensa Nacional-1976, pp. 129-140
(2)TEIXEIRA, P. Manuel – A Medicina em Macau, Volumes I-II. Edição Governo de Macau, Gabinete do Secretário-Adjunto para os Assuntos Sociais e Orçamento, p. 127
(3) Centro Hospitalar Conde S. Januário, um hospital novo com 120 anos de História, Gabinete da Secretaria Adjunta para a Saúde e Assuntos Sociais/Livros do Oriente,  1994,159 p.
(4) TEIXEIRA, Pe. Manuel Os Militares em Macau. Edição do Comando Territorial Independente de Macau, 1975, 614 p.
(5) NOTA : mais informações sobre este excelente fotógrafo de Macau em
http://macauantigo.wordpress.com/category/fotografias/
http://www.icm.gov.mo/Fam/12/RoleP.asp?RolID=259
http://macauantigo.blogspot.com/2011/02/lei-iok-tin-fotografo.html
e para aqueles que dominam o chinês
http://www.macaodaily.com/html/2011-03/12/content_572214.htm
(5) A terceira fase do hospital só seria concluía em 1958.
Além dos livros citados, aconselho uma leitura ao blogue  de João Botas sobre este tema (“Hospitais: final século XIX”)
http://macauantigo.wordpress.com/page/136/