O mais antigo folheto que possuo, é do VITORIA (1939), sem indicação de teatro ou cinema (somente “VITORIA”), rabiscado, com manchas, estado de conservação razoável. Dimensão: 26 cm x 18.5 cm, cor rosa escuro “salmão”, dobrável ao meio, com as seguintes indicações:

VITORIA Telefone da bilheteira 2675, Telefone do escritorio 2677
Número 94    20-IV-1939
PROGRAMA
A começar do dia 20 de Abril de 1939
Sessões diarias ás 14.30, 17.30, 19.30 e 21.30 horas.
A Valsa Champanhe

Do lado esquerdo:
Sessão especial para crianças só aos
Domingos 12.30 horas.
Speea Pemon
Preços de Admissão
Galeria…. $0.30, 1a. Classe….$0.20, 2a Classe….$0.10
Proximo Filme:
George Raft, Baery Ecuda
em
OS PIRATAS DO POLO NORTE

PREÇOS
Sessões ás 14.30 h.  17.00 h.  19,15 h   21.30 h
Galeria…….$0,80……$,800……$0,80……$0,80
Crianças…..$0,40……$0,40……$0,40……$  –
1a. Classe…$0,50……$0,50……$0,50……$0,50
Crianças…. $0,30…… $0,30……$0,30……$ –
2a. Classe…$0,30……$0,30……$0,30……$0,30
3a. Classe…$0,20……$0,20……$0,20……$0,20

No verso:

PROGRAMA
1. – Abertura – Discos
2. – Paramunt News
3. – A VALSA CHAMPANHA
ARGUMENTO …………………..
Personagens …………………..

NOTAS:
1 – O filme  “A Valsa Champanhe” (The Champagne Walts) (em Portugal: Valsa do  Champanhe), da Paramount Pictures do ano 1937, é uma comédia do director A. Edward Sutherland com história de Billy Wilder e argumento de Frank Butler (e outros) e protagonizado por Gladys Swarthout, Fred MacMurray  e Jack Oakie.
2 – O argumento do folheto está bem escrito (o que nem sempre acontecia, com o decorrer dos anos) e com pormenores sobre o  desenrolar do filme.
3 – Tinha quatro sessões por dia  e aos domingos, um filme dedicado às crianças (sessão especial), pelas 12.30 horas. com os preços mais reduzidos.
4 – Não consegui, após várias pesquisas, saber sobre “Speea Pemon”. Nome de um filme? Filme de desenhos animados ? Terá sido engano na escrita ?. Seria filme da Paramount ?

Para os curiosos (cinéfilos) sobre o mesmo  assunto, poderão consultar no http://macauantigo.wordpress.com/2010/08/18/folheto-cinema-vitoria-1939/
–  um folheto Cinema “Vitória”: 1939